VOLTA ÀS AULAS 2º SEMESTRE

mensagem de motivação para o segundo semestre do ano

O primeiro semestre se foi. Voando!

E agora é necessário enfrentar a outra metade.

Enfrentar todos os riscos que a vida nos prega…

Encarar com coragem os grandes desafios…

Vamos manter total lucidez…

Façamos o caminho sempre juntos, pois podemos precisar de ajuda…

Vamos vencer com êxito todas as provas que virão…

Com muita calma e prudência…

Sempre atentos aos imprevistos…

Nada de desperdiçar tempo com pessoas que não se importam com você… Nunca cobre o amor de alguém… Amor é doação !

Não esqueça também de se divertir, pois sorrir é necessário… Refaz a alma!

Cooperar um com o outro…

Explorar, ir em frente…

Descobrir, aprender, conhecer…

Tudo é muito importante até mesmo a curiosidade, pois com ela nossos conhecimentos se desenvolvem…

Saiba que qualquer dificuldade e tristeza, suportaremos juntos…

Precisamos acreditar que podemos ir longe. Muito Longe!!

Podemos voar… Decolar para o sucesso…só depende de nós!

ESCOLA ESTADUAL ARGEMIRO ANTONIO DO PRADO

 

FÉRIAS

                                   Aproveite

                                 

          “Todo o bom cristão sabe que as férias são um tempo oportuno para relaxar o corpo e também para alimentar o espírito com tempos maiores de oração e meditação, para crescer na relação pessoal com Cristo e conformar-se cada vez mais com os seus ensinamentos.”

    Nada melhor que boas férias para poder descansar. Aproveite este momento!

                                           É o que deseja a “Escola Argemiro”.

                                                                                         

II SEMINÁRIO DO MEIO AMBIENTE

TEMA: ÉTICA E CONSUMISMO

PERÍODO: 03 A 05 DE JUNHO DE 2014

Os alunos do Reinventando o Ensino Médio participaram do 2º Seminário de Meio Ambiente. Foram ministradas palestras, oficinas e Momento Cultural -“Sarau Musical” e Feira do Desapego.  As oficinas ministradas foram: Tecnologia a favor do meio ambiente,  Resto zero, Pintura com pigmentos naturais e Reciclar é possível.

Nestes três dias de Seminário os alunos do 1º,2º e 3º anos da Escola Argemiro participaram das palestras, oficinas e feiras onde puderam descobrir e aprender novas formas de cuidar, trabalhar e reciclar o meio ambiente, criando e promovendo novas possibilidades de reaproveitamento em vários setores desde a tecnologia, a arte, a gastronomia, a decoração e na confecção de produtos elaborados a partir de materiais recicláveis.

Na oficina de pigmentos de recursos naturais foram feitos trabalhos com tintas retiradas do solo. A idéia é mostrar para os alunos que os pigmentos não contaminam o meio ambiente. O recurso natural  utilizado são pedras de rios trituradas e misturadas com cola. (Oficina ministrada pela arquiteta e urbanista Laurides Blaine)

Na oficina Resto Zero é o reaproveitamento dos alimentos como: casca de cenoura, mandioca, bananas, laranjas, abacaxi, maçã, talos de couves e outros. (Oficina ministrada pela nuticionista Camila Durães)

Ao final do projeto teve o Momento Cultural “Saraul Musical” com a participação dos alunos e a presença dos pais, autoridades, gestores, especialistas e professores.

A Feira do Desapego os alunos arrecadaram coisas na comunidade que não usavam mais e expuseram na feira popular do Bairro Israel Pinheiro , onde venderam os produtos em prol do projeto.

 

 

 

 

ELEIÇÃO E POSSE DOS REPRESENTANTES DE TURMAS-2014

            PROJETO: ELEIÇÃO CONSCIENTE

Justificativa

A política, a democracia, a eleição são temas muito falado e pouco compreendido, diante desta realidade realizaremos este projeto. Visando as eleições de representantes de turma e principalmente abordando e discutindos os elementos envolvidos no processo eleitoral.

 Objetivo Geral

- Adquirir noções de cidadania.

 Objetivos Específicos

- Participar de forma ativa e consciente na eleição.
– Entender o papel de cidadão e dos políticos.
– Cobrar os seus direitos de forma ordeira junto aos eleitos.
– Identificar os poderes existentes na comunidade (Legislativo, judiciário e executivo). Um debate a respeito papel dos políticos. Quem eles representam? Como chegaram aos cargos? A que interesses eles servem?

Conteúdos

- Ditadura. – O voto.
– Democracia.
– Os Poderes .
– Controle social.
– Consciência política.

Conteúdo Curricular
História

Anos
6º ao 9º do Ensino Fundamental.

Tempo estimado
3 aulas

Material necessário
Notícias de jornais e revistas sobre eleições e escândalos políticos, cartolina, papel sulfite, canetas, tesoura, cola e caixa de papelão, computador com acesso à internet.

Desenvolvimento Um debate a respeito papel dos políticos. Quem eles representam? Como chegaram aos cargos? A que interesses eles servem?

1ª etapa (em sala – Coordenados pelo Professor de História)
1.1 – Para saber o que os alunos conhecem sobre o tema, peça que levem de casa reportagens sobre a política brasileira. Não faltarão informações sobre corrupção e desvio de dinheiro público.

1.2 – Dividir a classe em grupos com temas pré-definidos para realizar trabalho de campo e apresentar perante a turma na próxima aula. (Sugestão de temas: O que é ditadura?, O que é democracia?, exemplo de escândalos políticos, identificar os poderes e quem são os representantes da cada um em nossa cidade, entrevistar um político da cidade (que esteja exercendo um cargo eleito pela comunidade)

 2ª etapa (em sala – Coordenados pelo Professor de História)
2.1 – Apresentação dos trabalhos, exposição de cartazes, fotos, entrevista.
2.2 – Discuta o resultado dos trabalhos apresentados, sistematizando coletivamente os avanços históricos da política, os problemas atuais e as ações da política nacional e local. Fale sobre a possibilidade de eleger um porta-voz para levar as reivindicações da turma à direção ou ao conselho escolar. Para isso, é preciso haver candidatos e propostas. Ajude-os a organizar as chapas (um titular e um suplente). Os membros devem conversar com as bases, elaborar propostas e preparar cartazes (01 cartaz por chapa) com a ajuda dos cabos eleitorais. Marque uma data para a apresentação dos planos de governo e, em seguida, para a votação.

3ª etapa (em sala – responsabilidade equipe pedagógica e direção)

Realização da eleição e apuração dos votos.

 Culminância (No pátio da Escola)

Palestrante – Valdimir  Teixeira (a história da democracia no Brasil, o direito de votar, o direito de reivindicar).

     Posse e entrega dos Certificados aos alunos eleitos como Representantes de Turma para o ano de 2014.

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

 

 

 

 

PROJETO AULA DE CAMPO DE GEOGRAFIA

OCUPAÇÃO E USO DO ESPAÇO URBANO NO MUNICÍPIO DE BURITIS

Professora organizadora: Uara Luísa
Professora participante (Interdisciplinar): Denise Pimentel
Envolvidos: Alunos do 1° Ano do matutino da Escola Estadual Argemiro Antonio do Prado

1. JUSTIFICATIVA

Na formação básica do aluno pouco se cultiva o estudo da ocupação e do uso do espaço urbano no qual ele está inserido.
São poucas as instituições educativas que propõem aos seus estudantes percursos pelas cidades, aulas peripatéticas, com o intuito cultivar o sentimento de pertencimento espacial nos diversos graus da percepção humana.
Encontramos esta preocupação nas instâncias superiores de ensino. Mas e o restante dos alunos? Como acender a curiosidade sobre o espaço que o rodeia? Quando eles poderão ler sua história amalgamada nos espaços construídos?
É Visando sanar esta carência e trazer para realidade do aluno o Eixo temático do CBC de Geografia: O PROCESSO DE URBANIZAÇÃO CONTEMPORÂNEO, que propomos lhes reapresentar as estruturas geográficas de Buritis.
Este trabalho busca fazer um estudo de caso do Município em que vive os alunos como forma de trazer para a sua realidade as habilidades estudadas no 1° bimestre de Geografia conforme as orientações do CBC. Tentando assim mobilizar os alunos a entenderem o espaço urbano no qual estão inseridos e motivar o aprendizado curricular de forma dinâmica e mais próxima do aluno.

2. OBJETIVO GERAL

* Vivenciar Buritis como experiência urbanística no Brasil e no mundo, compreendendo seu Histórico: Questões teóricas; Problemas locais e regionais; Questões ambientais.
* Mostrar a importância de conhecermos Buritis, visando maior consciência das riquezas dessa cidade e de sua importância local e nacional, e comprometimento real das pessoas com os valores políticos, turísticos e urbanos de nosso país.
* Promover a Interdisciplinaridade da Ciência Geografia com a História, e com as demais disciplinas compostas na grade curricular da 1º série do Ensino Médio.
* Promover uma compreensão sucinta das condições de implantação e da evolução urbana da cidade, visando um entendimento abrangente dos problemas atuais da cidade e sua relação com as questões políticas, históricas e teóricas da implantação e evolução da cidade desde a década dos 60.

3. DESENVOLVIMENTO

* aulas teóricas, expositivas sobre o processo de urbanização no Mundo e no Brasil.
* pesquisa realizada pelos alunos sobre o meio urbano em Buritis (Anexo 1).
* visita guiada.

4. AVALIAÇÃO

Etapa 1-Elaboração da pesquisa individualmente pelos alunos.
Etapa 2– Escolha dos melhores trabalhos (serão escolhidos dez trabalhos de cada 1° ano no matutino) para participação da aula de campo.
Etapa 3– Comportamento, atenção e participação ao longo de toda a aula de campo.

5. ALUNOS PARTICIPANTES DO PROJETO.

Selecionados de acordo com o êxito na realização da pesquisa, e com o padrão disciplinar exemplar, registrado nos controles da Escola– Alunos do turno Matutino – Turmas 1º Anos .

6. APOIO DA ESCOLA:

* Auxílio na aquisição de 01 ônibus para o transporte dos alunos.
* Disponibilização dos profissionais participantes.
* Liberação de Alunos selecionados para aula de Campo.
* Máquina fotográfica digital.
* Xérox para eventuais necessidades.

8. PROGRAMAÇÃO/ ROTEIRO

• Saída da Escola as 07:30 e retorno as 09:00
• Visita aos Bairros, centro comercial, centro histórico do Município.

9. CONCLUSÃO

Espero que o projeto consiga desenvolver em nossos alunos ações que os tornem capazes de preservar a busca contínua de conhecimentos de nossas potencialidades econômicas e turísticas, e os conduzam a uma visão crítica da realidade geopolítica e urbana de nossa região, juntamente com uma atuação consciente no espaço social, visando a construção de uma responsabilidade no ambiente escolar pelas relações com a natureza, sociedade e cultura.

 ANEXO 1
PESQUISA INVESTIGATIVA DOS ALUNOS DO 1° ANO DE GEOGRAFIA
TÍTULO: OCUPAÇÃO E USO DO ESPAÇO URBANO NO MUNICIPIO DE BURITIS

Dados gerais de Buritis:

População
22.737 habitantes

Área
5.225,186 km2

Bioma
Cerrado

Instalado em
01/03/1963

Características a serem evidenciadas:

1. Quais as opções de transporte para eventuais viagens? Quais as empresas de turismo ou de viagem?
2. Onde encontro presentes e artesanatos produzidos na cidade?
3. Quais os principais locais de compras de Buritis? Ex.: Mercados, Lojas de confecções, calçados, Drogarias, etc. Quais suas localizações?
4. Quais os locais ou centros históricos?
5. Quais são os bairros existentes?
6. Existe uma programação cultural ou sugestões de passeios ou visitas turísticas?
7. A água das torneiras é potável? Qual a voltagem das tomadas?
8. Onde encontro pronto-atendimentos e hospitais públicos?
9. Existem problemas relacionados a produção e o consumo como por exemplo: lixo exagerado, contaminação do solo, centros de reciclagem?
10. Como é considerado o índice de emprego e desemprego na cidade?
11. E como é o nível da economia ou emprego informal na região?
12. É verificado presencia/ausência de população sem teto, sem trabalho, sem educação, sem terra?
13. Qual o PIB (produto interno bruto) do município como ele é caracterizado?

 

PROGRAMA SAÚDE NA ESCOLA

 A “AÇÃO DO PROGRAMA DA SAÚDE NA ESCOLA”  foi realizada na “ESCOLA ARGEMIRO”  com diversas ações: dentista, avaliação da visão com escala optométrica, altura,  peso e vacinas em atraso. 

O  dentista avaliava e encaminhava os que precisavam de atendimento odontológico. Os  agentes de saúde verificava o grau de visão pela escala, media a altura, pesava e aplicavam as vacinas que estava em atraso   constante no “Cartão de Vacina”, tudo registrado pela equipe.

Após identificação (diagnóstico) enviavam um comunicado aos pais e responsáveis para que levassem o seu (sua)  filho(a) na unidade básica de saúde para realização do tratamento.

O SUS oferece vários tipos de tratamento em Saúde Bucal e é um direito de todos recebê-los gratuitamente.

O bem estar dos alunos também é uma preocupação da escola Argemiro, por isto está junto nesta jornada e agradece a  Secretaria de Saúde pelo programa.

Este slideshow necessita de JavaScript.

CAMPANHA DA FRATERNIDADE

                               CAMPANHA DA FRATERNIDADE NA ESCOLA ARGEMIRO

Neste ano de 2014 a Campanha da Fraternidade tem como Tema:” Fraternidade e tráfico humano” e o Lema: “É para a liberdade que Cristo nos libertou” (GL 5,1).

O psicólogo João Batista fez a abertura da Campanha da Fraternidade na Escola  alertando aos alunos para terem cuidado com a mídia, pois ela vem  favorecendo  muito  para o tráfico. Resaltou sobre vários tráficos acontecido na nossa sociedade:  tráfico de drogas, prostituição e tráfico humano. Devemos ficar atento ao tráfico humano , pois vimos essas situações em nosso meio. Pessoas que raptam ou coagem através da força. A finalidade  do tráfico humano é para exploração do trabalho seja a serviço de redes internacionais de exploração sexual, da mão-de-obra escrava ou remoção de órgãos.

Este crime pode tomar diferentes formas, com procedimentos ilegais: exploração infanto-juvenil, conflitos civis, trabalho forçado,  pedofilia, migração ilegal e prostituição.

 O medo que as vítimas sentem de fugir de denunciar são as principais razões  para que o número total destas vítimas  aumentem.

A situação do tráfico humano no país e no mundo é alarmante: a Organização Internacional do Trabalho (OIT) atenta para o aumento de vítimas do tráfico humano, do trabalho forçado e do tráfico para a exploração sexual.

 O objetivo geral da Campanha da Fraternidade de 2014 é “identificar as práticas de tráfico humano em suas várias formas e denunciá-las como violação da dignidade e da liberdade humanas, mobilizando cristãos e pessoas de boa vontade para erradicar este mal com vista ao resgate da vida dos filhos e filhas de Deus”.

  Para viver livre do tráfico humano é preciso…

                               #  Rezar pelas pessoas,

                               #  Ter cuidado com a internet,

                               #  Alertar as pessoas,

                               #  Ter atenção.

       PROJETO CAMPANHA DA FRATERNIDADE – 2014

Tema: Fraternidade e Tráfico Humano

Lema; “É para a liberdade que Cristo nos libertou”.

Público Alvo: Ensino Fundamental/médio

Objetivo Geral:

Possibilitar aos nossos estudantes reflexões que os conscientizem sobre a realidade do tráfico de pessoas, ações de prevenções e enfrentamento.

 Objetivos Específicos:

*Estimular os estudantes a perceber que o tráfico é uma forma de agressão à dignidade humana;

* Identificar as várias modalidades do tráfico de pessoas e ações de enfrentamento;

* Levar os estudantes a refletirem e debater sobre os dados referentes ao tráfico humano;

* Estimular a discussão em torno do uso consciente da internet, principalmente das redes sociais.

* Motivar os estudantes a abraçarem a liberdade que garante a vida e não uma liberdade que causa morte.

Justificativa:

Inspirados pela Campanha da Fraternidade, novamente nos unimos como verdadeiros educadores e formadores de opinião.

 Sabedores que o tráfico humano é um problema muito sério e cresce silenciosamente em nosso meio e de quanto os jovens (nossos estudantes) são vulneráveis, torna-se necessário que a escola de mãos dadas, enfrentar com coragem e responsabilidade a luta para construção de um planeta melhor com os seres humanos comprometidos com o Lema “É para a liberdade que Cristo nos libertou.”

Desenvolvimento:    O projeto será desenvolvido em três pontos específicos.

Primeiro devemos discutir com os nossos alunos noções de liberdade e respeito ao próximo. Ninguém tem o direito de cercear o livre arbítrio de seu semelhante, muito menos usá-lo para satisfazer suas vontades considerando-o como seres humanos de segunda categoria.

Em segundo lugar vamos discutir o tráfico humano e as condições alvitantes que ele promove.

O terceiro ponto é a Fraternidade na prática.

Ao desenvolver os temas deve-se levar em conta o PIP e os descritores estabelecidos na matriz de referência. A metodologia é a mesma da proposta pela Campanha da Fraternidade: Ver, Julgar e Agir.

      Durante o período do projeto:

 Planeje sua aula com antecedência;

 Exponha o tema de maneira criativa. Lembre – se a atividade extraclasse (trabalho) deve ser bem orientada com planejamento escrito com fontes e cronograma;

 Fique atento ao cronograma, evitando assim, constrangimento;

  O primeiro ponto será discutido com todas as turmas (Liberdade e Respeito ao próximo);

 Segundo ponto (tráfico humano): Cada série ficará com uma modalidade que será desenvolvida pelos Professores Conselheiros.

 Terceiro ponto (fraternidade na prática) – todas as séries.


ATIVIDADE / RESPONSÁVEL(professores)/TURMA/CRONOGRAMA


# Interpretação do hino #música – poemas, texto informativo    # Produção de paródias __  Apresentação na Culminância— Professores de Português__  Turmas (todas)     24/03 à 31/03


# Trabalho escravo- Video ( José  do  Egito; Tráficos de pessoas  # Conceito: Liberdade, Libertinagem e Escravidão–

Professores de História__ Turmas (todas)         24/03 à 31/03


# Tráfico de crianças – confecção  de folhetos sobre os perigos do tráfico– Professores de Matemática e Arte__ Turmas (todas)       01/04 à 30/04


# Tráfico de órgãos- vídeos  ( Tráfico e Venda de Orgãos)  # Conceitos: Doação de orgãos e mercado negro–Professores de Ciências__ Turmas (todas)           01/04 à 30/04


# Tráfico para Exploração Sexual /Quem são as vítimas–Professores de Geografia__ Turmas (todas)        01/04 à 30/04


#Trabalhar o Cartaz e a Oração da  CF 2014 — Professores de Ensino Religioso__ Turmas (todas)    01/04 à 30/04


# Gincana Fraternidade na Prática  Campanha para recolher produtos para APAE e Abrigo– Direção, Especialista, Conselheiros e Representantes de turmas.           01/05 à 08/05        


# Culminãncia: Concurso de Paródia e Apuração da pontuação da Gincana- Envolvimento de todos: professores, especialistas, conselheiros e representantes de turma.                                                                                           09/05


 Observação: Os Professores de Educação Física, Inglês   poderão escolher conteúdo dentro do contexto do projeto para trabalhar.

 SUGESTÕES: Professor procure conhecer bem o tema para que possa motivar os seus alunos.

  Os Professores Conselheiros deverão orientar e motivar os alunos a prepararem com zelo as apresentações.

                      A aprendizagem significativa faz toda diferença.

                                                    VOE A FAVOR DA VIDA!

          Escola Argemiro de mãos dadas com a CF – 2014

                  “Nenhum de nós é livre 

                   se  um de nós for escravo”.